Brazil United KingdomGreat Britain

Centro de Estudos Luís Guedes

Curso de Extensão Observação de Bebês

INSCRIÇÕES ENCERRADAS (NOVAS INSCRIÇÕES EM NOV/2016)

Método Bick

Diante das pesquisas atuais e das novas descobertas da neurociência em relação aos períodos críticos de plasticidade cerebral se faz cada vez mais necessário formar profissionais com habilidade de captar as comunicações primitivas entre as mães e seus bebês.

O Método Bick de Observação de Bebês foi criado na Inglaterra, em 1948, pela psicanalista Esther Bick. Desde sua exitosa utilização na Clínica Tavistock de Londres, na formação de psicoterapeutas, vem sendo difundido e utilizado em vários países com iguais resultados. Este método consiste numa experiência vivencial na qual o observador é confrontado com seus próprios sentimentos primitivos mobilizados no contato com o bebê e seus pais, proporcionando-lhe o refinamento de suas capacidades pra melhor compreender e tratar seus pacientes.

1. Docentes responsáveis: Dra. Dra. Maristela P. Wenzel

Colaboradores: Dra. Lidiane Dotta Guariente e Dra. Graziela Smaniotto

Docentes Convidados

Dra. Ruth Stein Maltz, Dr. Victor Mardini, Dra. Maria Lucrécia Scherer Zavaschi

2. Carga Horária Semanal: Supervisão: 1h15min

3. Local: CELG, 2º andar – sala 02 (pequena)

4. Dia/Horário: Quartas-feiras, das 9hs às 10h15min.

Inicio: 16/04

5. Número de Vagas: 05

6. Investimento: 2.100,00

Inscrição: R$100,00
Mensalidade: 10x R$ 200,00

Objetivos Específicos

Proporcionar ao profissional de saúde mental o aprimoramento da capacidade para captar entender seus próprios sentimentos durante a experiência de observação e melhor utilizá-los em beneficio de seus pacienteAuxiliá-lo a aprofundar o conhecimento dos processos do desenvolvimento mental primitivo e da linguagem pré-verbal do bebê no estabelecimento dos vínculos afetivos iniciais com seus cuidadores.

Auxiliá-lo a aprofundar o conhecimento dos processos do desenvolvimento mental primitivo e da linguagem pré-verbal do bebê no estabelecimento dos vínculos afetivos iniciais com seus cuidadores. RESUMO: O método Bick permite ao observador captar e transmitir aspectos do desenvolvimento emocional primitivo da relação mãe-bebê. Esta relação, por ser intensa única e primitiva, se revela para o observador como uma importante fonte de reflexão sobre o exercício.

Objetivos da Disciplina

Auxiliar o aluno a aprimorar sua capacidade de compreensão da linguagem pré-verbal dos vínculos iniciais do bebê com seus cuidadores e, através da criação de um espaço para pensar a experiência, elaborar os sentimentos mobilizados pela tarefa.

Publico Alvo

Profissionais da área da saúde mental – psiquiatras e psicólogos. Bem como médicos obstetras, ginecologistas, pediatras e enfermeiros, interessados em aprimorar seus conhecimentos na tarefa de prevenção da saúde mental.

Metodologia de Ensino

Programa da atividade A metodologia da Observação de Bebês- Método Bick, desenvolve-se em três etapas fundamentais:

  1. Busca através de um intermediário (obstetra, pediatra, assistente social, etc), de uma família minimamente estruturada que concorde com a presença do observador em sua residência, pelo período de uma hora semanal, a partir do nascimento do bebê.
  2. O observador deverá transcrever de forma detalhada e minuciosa todos os aspectos da situação observada, incluindo seus próprios sentimentos. Cada transcrição deverá ter uma cópia deverá ter uma cópia para todos os participantes do seminário.
  3. Uma vez por semana, pelo período de uma hora e meia, os observadores reúnem –se em grupo com os coordenadores, as psicanalistas Ruth Stein Maltz e Maristela P. Wenzel. O grupo, constituído por 4 a 5 participantes apresentará seus relatórios em rodízio. Nessa ocasião serão debatidos os sentimentos e opinião dos participantes, proporcionando elaboração e integração dos sentimentos suscitados pela experiência de observação.

Referências Bibliográficas

  • Bick, E (1964). Notes on Infant Observation in Psycho-Analytic Training. Int. J. Psycho-Anal., 45:558-566
  • Bick, E (1968). The Experience of the skin in Early Object-Relations. Int. J. Psycho-Anal.,49:484-486
  • Zavaschi, ML.,Costa , F., Lorenzon, S., Neto, M. Promoção de saúde na infância. In: Ducan, B., Schmidt, M., Giugliani, E. e cols(2004). Medicina Ambulatorial: condutas de atenção primária baseadas em evidências. Porto Alegre: Artes Médicas.
  • Lacroix, M., Monmayrante, M. (org) (1997). Os laços do encantamento: a observação de bebês, segundo Esther Bick, e suas aplicações. Porto Alegre: Artes Médicas. Maltz, R. (2003). Observação de bebês – método Bick: uma vivência emocional significativa para criatividade . Rev, Brás.psicanál.37 (2/3): 631-646.

Critérios de Avaliação

  1. Presença em aula – 75% de presença obrigatória em cada semestre (máximo de 2 faltas nesse 1º semestre/2014)
  2. Participação nos seminários e leitura prévia do material disponibilizado

Links

banner-revista

Jornal do CELG

Centro de Atendimento Psicoterápico